Nova licitação para pavimentação da avenida Carlos Valli na quarta-feira

Prefeito Alencar Marim assina como testemunha na Ordem de Serviço para licitação da obra da Carlos Valli

Depois de vários questionamentos feitos pela Comissão Permanente de Licitação (CPL), que levaram à desclassificação de todas as empreiteiras participantes da licitação para a pavimentação da avenida Carlos Valli, o certame foi remarcado para o dia 10, próxima quarta-feira, a partir das 8h30, na sala da comissão, no antigo Colégio Santa Teresinha.

“Todas as propostas abertas durante a sessão da Tomada de Preços em epígrafe foram submetidas à análise do engenheiro civil Fabrício Vieira Alves, que após análise, concluiu que todas as composições de custos apresentaram inconformidades” informa a comissão.

A obra, que liga o bairro Irmãos Fernandes à Vila Vicente, Vila Landinha e rodovia do contorno, tem recursos da ordem R$ 2.862.235,09 e será feita em convênio com a Secretaria de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e a prefeitura.

De acordo com o prefeito Alencar Marim, alguns problemas nas planilhas de custo da empresas participantes levou a este atraso no resultado da licitação, que aconteceu no início do mês. “Nós gostaríamos que a obra já estivesse começando, mas acredito que até meados de outubro serão sanados os problemas licitatórios e a obra terá início. Esta ligação é importante para quem precisa se deslocar do bairro Irmãos Fernandes para a Vila Landinha e o contorno, pois evita a passagem pelo centro da cidade e cria um atalho para a rodovia do contorno, uma vez que, quem estava naquela região precisava se deslocar até o trevo do distrito industrial para alcançar a rodovia,” afirma.

A pavimentação será em blocos de concreto, do tipo “escama de peixe”. Mesmo assim, terá um custo alto pelo fato de que contempla obras modernas de engenharia que a tornarão um marco na cidade. “Teremos, pela primeira vez, uma ciclovia, de mais de um quilômetro, na margem da avenida e também passeios já prontos, o que evitará um antigo problema crônico da cidade, que é a construção de passeios irregulares,” disse o prefeito Alencar Marim.

Ao todo serão mais de 15,5 mil m² de pavimentos, sendo 11,2 mil m² no leito da avenida, 1,7 mil m² de passeios e 2.481 m² de ciclovia e mais de 1,1 quilômetro de extensão. (Weber Andrade)

Mapa com o trecho da avenida Carlos Valli que será pavimentado