Greve da PM: audiências de processos criminais começam nesta segunda

Juíza Gisele Souza de Oliveira ouvirá entre os dias 14 e 18 de maio 93 pessoas, entre testemunhas e réus, nos processos relativos à Operação Protocolo Fantasma.

As audiências de instrução nos processos criminais sobre a greve da Polícia Militar, ocorrida em fevereiro do ano passado, começam na próxima segunda-feira.

Segundo o Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), dez policiais militares e 14 parentes serão julgados até a próxima sexta-feira, em Vitória.

A juíza da 4ª Vara Criminal de Vitória, Gisele Souza de Oliveira, vai presidir as audiências, que devem ocorrer a partir em dois horários: às 8 h e às 13 horas, no Salão do Tribunal do Júri de Vitória.

Segundo o TJES, os processos criminais são relativos à Operação Protocolo Fantasma, do Ministério Público Estadual, que apura o suposto envolvimento de 24 pessoas no movimento de paralisação da PM, em fevereiro de 2017.

A denúncia do Ministério Público foi recebida pela Justiça e desmembrada em dois processos, devido ao grande número de réus.

No primeiro processo, composto por policiais militares, dez pessoas são acusadas de envolvimento na greve. No segundo, composto por familiares dos policiais, 14 pessoas também são acusadas de participação no movimento grevista, que impediu o policiamento regular no Estado.

O TJ informou que, em ambos os processos, os acusados foram citados para apresentarem respostas à acusação e que eles já se manifestaram.

De acordo com a decisão da 4ª Vara Criminal, as audiências com relação ao processo dos familiares de policiais serão realizadas nos dias 14 e 15 de maio, enquanto as relativas ao processo que envolve os próprios policiais serão realizadas nos dias 17 e 18.

Durante as audiências, serão ouvidas as testemunhas arroladas pelo Ministério Público Estadual e pelos advogados da defesa dos réus. O interrogatório dos acusados vão ser realizados no segundo dia de audiências de cada processo, nos dias 15 e 18, no período da tarde. Serão ouvidas ao todo noventa e três pessoas.

 

COMPARTILHAR