Família de motociclista atropelado por Luciano Pereira apela por socorro

Familiares do motociclista estão na porta do hospital aguardando sua transferência para Vitória

A família do motociclista Everson Pereira dos Santos, que foi atropelado na manhã de ontem, 30, pelo ex-prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereira, afirma que até o início desta tarde, a transferência dele para um hospital de alta complexidade ainda não tinha sido realizada e que o mesmo está correndo risco de morrer a qualquer momento devido a um traumatismo craniano com hemorragia.

A esposa motociclista, Silvana Carla, disser que o ex-prefeito divulgou vídeo onde afirma que está ajudando na transferência de Everson, mas até o momento ele nem foi ao hospital. “Ele mandou o vereador Admilson Brum vir aqui, e fica mentindo nas redes sociais, dizendo que está ajudando”, afirma ela.

Ainda de acordo com Silvana, o médico que está cuidando do motociclista já afirmou que ele terá que ser transferido para Vitória.

O vereador Wilson Mulinha, ex-funcionário e amigo pessoal de Luciano, que esteve no hospital hoje pela manhã disse que já estava sendo providenciada a transferência, mas até o momento ela não ocorreu.

Mulinha chegou a levantar a suspeita de que o motociclista estaria embriagado na hora do acidente, o que foi desmentido pelas autoridades policiais e pelo próprio Mulinha, que disse ter ouvido a informação de terceiros, mas, ela não se confirmou.

Santos está na UTI do Hospital Estadual Dr. Alceu Melgaço Filho (Hedam), aguardando transferência para outra unidade. Ele sofreu traumatismo craniano e segundo informações de familiares, o estado de saúde dele é grave.

O tenente-coronel Luciano Suave, comandante do 11º BPM, disse em entrevista ao site Observatório da Imprensa que foram realizados exames de bafômetro, cujos resultados foram zero.

Acidente evolvendo o ex-prefeito Luciano Pereira aconteceu na manhã de ontem (foto: Observatório da Imprensa)

COMO FOI – O acidente aconteceu por volta das 9h30 da manhã deste domingo, quase em frente ao bar Altas Horas. O ex-prefeito Luciano Pereira disse que levou um enorme susto e que estava conduzindo devagar o seu veículo, um Gol branco, pela avenida Prefeito Manoel Vilá, quando deu seta para entrar na rua Juiz Thaurion Pimentel e foi atingido em cheio pelo motociclista. Pereira disse que esperou a chegada dos Bombeiros e da PM no local. (Weber Andrade)

COMPARTILHAR