Estudantes da rede estadual são aprovados no vestibular de Universidade Federal de Direito a Medicina

Conquistar uma vaga no ensino superior é o sonho de grande parte dos jovens que cursam o 3º ano do Ensino Médio. E depois de meses de preparação e de espera, para muitos alunos da rede estadual o sonho se tornou uma realidade.
Um dos estudantes da rede estadual de ensino que mereceu uma grande comemoração por parte de amigos e familiares foi Max Martins. Educando da Escola Estadual Oscar de Almeida Gama, em Alegre, ele conquistou uma vaga para o curso de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), campus de Macaé.
“Escolhi medicina, pois sou fascinado pela área da saúde. Para alcançar uma boa nota no Enem e conseguir passar no vestibular, captava o máximo de aprendizado possível dos professores, prestando atenção nas aulas e cumprindo com todas as atividades propostas. Nos horários em que não estava na escola, estudava por meio de uma plataforma online e revisava todos os conteúdos vistos em sala de aula, além de fazer exercícios e provas anteriores do Enem para me habituar ao estilo das questões. Espero que o curso me faça crescer como cidadão e aprender cada vez mais o valor da vida. Estou imensamente feliz por ter sido aprovado para o curso dos meus sonhos, acho que a ficha ainda nem caiu direito”, afirmou Max.
Toda dedicação pelos estudos também trouxe um resultado muito satisfatório para Alice Simão Hoffann, da Escola Estadual José Pinto Coelho, em Santa Teresa. Após ser aprovada no curso de Direito da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), a aluna está muito feliz.
“Eu estudava mais as matérias da escola e focava em alguns assuntos da área de humanas, que seriam mais importantes por terem mais peso na Ufes. Minha rotina era bem corrida, pois ia à escola de manhã, à tarde estudava para as provas e mais à noite assistia a aulas ao vivo pela Internet, direcionadas para o Enem. Escolhi esse curso porque me interesso por carreiras que demandam o curso de Direito, como alguns concursos públicos, mas também tenho vontade de advogar. O sentimento de ser aprovada na única Universidade Federal do meu Estado, em um curso bastante concorrido é de uma realização pessoal enorme e a certeza de que todo o esforço valeu a pena”, contou Alice.
O aluno Lucas Furlani Maciel, da Escola Estadual José Pinto Coelho, localizada em Santa Teresa, passou no curso de Administração e também está muito feliz. “Estava na dúvida entre Administração e Engenharia Mecânica. Para alcançar meu objetivo, que era passar no vestibular, além da escola que me deu uma boa base para o Enem, fiz também um curso preparatório para complementar os estudos e me organizei de maneira com que o lazer não atrapalhasse os estudos e os estudos não me desgastassem tanto. Fora da escola eu estudava em média duas horas por dia. Espero que o curso possa me preparar para o mercado de trabalho, pois mesmo sendo a minha segunda opção, Administração é um tipo de curso que desperta meu interesse”, explicou.
Outra estudante que obteve sucesso no Vestibular foi Jéssica Flodoaldo, da Escola Estadual Gisela Salloker Fayet, de Domingos Martins. Ela foi aprovada no curso de Nutrição na Ufes. Segundo a educanda, para entrar no curso, foi preciso muita dedicação e cumprir com atividades propostas pelos professores.
“Escolhi nutrição, pois me identifico com matérias como Anatomia, Fisiologia e Bioquímica, além disso, percebo que cada vez mais a sociedade se preocupa com os hábitos alimentares e opta por uma alimentação saudável e balanceada, acompanhada de um bom profissional. Estou muito contente com o resultado, pois não imaginava que conseguiria passar de primeira. Espero ser completamente apaixonada pelo curso e que seja maravilhoso estudar aquilo que gosto, ainda mais em uma universidade federal. Noto que o mercado de trabalho está em alta e que tende melhorar”, finalizou Jessica.
COMPARTILHAR