Espírito Santo e Rio de Janeiro querem que Governo Federal priorize ferrovia

Os governadores do Espírito Santo, Paulo Hartung, e do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, se reuniram nesta quarta-feira (8), em Porto de Açu, localizado em São João da Barra, Rio de Janeiro, para discutir a criação de uma ligação ferroviária entre os dois estados.

 

O encontro contou com a presença de autoridades, empresários e representantes dos portos de Açu e Central (projeto que será construído em Presidente Kenedy, Região Sul do Espírito Santo).

Durante o evento, capixabas e cariocas assinaram uma carta ao presidente da República, Michel Temer, em que solicitam prioridade na construção da ligação ferroviária entre Espírito Santo e Rio de Janeiro. O documento solicita também que seja considerado o uso de recursos de prorrogações das concessões ferroviárias.

O governador Paulo Hartung ressaltou que para pensar no futuro do país é necessário ter avanços estruturantes em áreas prioritárias como educação e infraestrutura. “Ninguém fica de pé se não conseguir evoluir na modernização de portos, aeroportos, rodovias, ferrovias e transmissão de dados. Temos que avançar na solução desses problemas. Hoje, o Congresso mudou a lei de concessões e isso abriu uma janela de oportunidades. Acredito que Espírito Santo e Rio de Janeiro atuando juntos podem fazer desta oportunidade uma ação real. Venho propor darmos o primeiro passo. Não podemos perder os recursos da renovação das concessões”, alertou.

Paulo Hartung anunciou ainda que, na próxima terça-feira (14), em Brasília, os governadores serão recebidos pelo presidente da República, Michel Temer, para aprofundar os debates sobre o pleito dos capixabas e cariocas.

“Vamos colocar a nossa força, dos dois Estados juntos, nesse projeto”, destacou o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

A carta que pede prioridade para a construção da ferrovia foi assinada pelos governadores, demais autoridades e empresários capixabas e cariocas.

 

Logística

A ligação ferroviária entre Rio de Janeiro e Espírito Santo é uma obra importante para o desenvolvimento nacional. Ela interligará os principais terminais portuários privados existentes ao longo da costa – com destaque para o Porto do Açu e para o Porto Central –, constituindo uma alternativa logística para o escoamento de cargas originadas do Sudeste e do Centro-Oeste do Brasil, dentre as quais produtos manufaturados e commodities agrícolas e minerais.

O subsecretário de Estado de Logística, Transporte e Comércio Exterior, Neucimar Fraga, ressalta que esse investimento é importante para aumentar a competitividade do transporte de produtos petroquímicos, minério de ferro, grãos, siderúrgicos, entre outros. “A ferrovia reduzirá o custo logístico de transporte, facilitando o escoamento e a comercialização de produtos nos mercados interno e externo”, afirmou.

Confira os discursos completos dos governadores:

Paulo Hartung

Luiz Fernando Pezão

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do Governo do Estado

Leonardo Nunes

(27) 999445215

 

COMPARTILHAR