Detran/ES promove Semana do Trânsito só em algumas cidades

Motociclista que atropelou idoso é levado pelos Bombeiros ao hospital

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran/ES) está com uma programação para a Semana Nacional de Trânsito, desta terça-feira, 18 até dia 25. O tema deste ano é “Nós somos o trânsito”. A campanha, no entanto, está prevista apenas para a Grande Vitória, Guarapari, Aracruz e São Mateus.

A Semana Nacional de Trânsito está prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que tem a finalidade de conscientizar o cidadão sobre a sua responsabilidade no trânsito, levando-o a entender que ele tem o poder de decidir o seu destino, e pode mudar sua trajetória por meio de suas escolhas no trânsito.

No Espírito Santo, o número de acidentes de trânsito teve uma redução de 16,24% de janeiro a junho deste ano nas estradas federais. O número de feridos também diminuiu (-14%) e o de mortos caiu 40%. No mesmo período do ano passado foram 101 mortos, contra 60 este ano.

A equipe do Detranzinho – o espaço de educação do órgão – realizará em parceria com os municípios e empresas, ações educativas no Estado, com palestras e atividades para crianças, adolescentes e adultos, demonstrando a importância do respeito às leis e das boas práticas para um trânsito mais seguro.

Falta de atenção, desobediência às normas de trânsito e velocidade acima do permitido são as três principais causas de acidentes nas BRs, segundo um levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Espírito Santo.

O comandante do 1º Posto Avançado dos Bombeiros Militares (PABM) de Barra de São Francisco, sargento Fernando Paulo, os acidentes de trânsito, principalmente com motocicletas, são os que dão mais trabalho aos bombeiros em todo o estado e, particularmente, na região de atuação do 1º PABM, onde muitas vidas jovens têm sido ceifadas por imprudência.

Nós Somos o Trânsito – O tema da Semana Nacional de Trânsito de 2018 é Nós somos o trânsito. Prevista no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) e organizada anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro, a semana busca conscientizar condutores de veículos e motocicletas a respeitarem a legislação e ajudar a construir um ambiente viário mais seguro. Segundo o Registro Nacional de Infrações de Trânsito, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), entre as cinco principais infrações cometidas por motoristas e motociclistas estão excesso de velocidade, falta de cinto de segurança e avanço de sinal vermelho.

“Cerca de 95% dos acidentes são causados por falha humana ou falha mecânica por falta de manutenção, o que também não deixa de ser uma falha humana do condutor. É preciso mudar, de fato, a cultura no trânsito”, afirma Renato Campestrini, advogado, especialista em trânsito e gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). Segundo o especialista, além de reforçar a fiscalização no trânsito, com a realização de um maior número de fiscalizações, o país precisa avançar na formação dos seus condutores.

“A moto é, reconhecidamente, um dos veículos que causam o maior número de vítimas fatais no trânsito, mas, para tirar a habilitação, o motociclista faz a prova em circuito fechado, em primeira marcha, e apenas com o funcionamento do freio traseiro. Isso precisa ser revisto”, exemplifica. (Weber Andrade com Detran/ES e Agência Brasil)