Dacasa chega a São Francisco com promessa de crédito mais barato

Loja ficou lotada agora pela manhã com pessoas interessadas em cartões e financiamentos

Um dos sinais de que Barra de São Francisco vem recuperando sua economia, depois de dois anos de crise nacional, provocada pela mudança de governo federal e crise local, é a vinda de novas empresas para a cidade. No final do mês passado foi inaugurada mas uma loja (supermercado) do grupo Marken. Hoje, 7 de novembro, quem aporta na cidade e a financeira Dacasa, que pertence ao grupo Dadalto.

Funcionários fazem oração antes de abrir as portas da loja

De acordo com um dos representantes da empresa, Robson Santos, presente em Barra de São Francisco na manhã desta quarta-feira, a chegada da financeira ao município faz parte da nova estratégia de expansão dos serviços, buscando cidades de menor porte, mas com potencial econômico.

A Dacasa Financeira, está no mercado há 35 anos – assim como o grupo Marken – e, até agora, atuava apenas nos municípios capixabas com mais de 100 mil habitantes. Segundo Santos, esta já é a terceira loja do grupo em uma cidade de porte menor, embora Barra de São Francisco concentre no seu entorno uma população superior a 150 mil pessoas.

“Já estamos em Nova Venécia e Marataízes, cidades com menos 100 mil habitantes e, agora, estamos chegando a Barra de São Francisco”, informa.

A nova loja da Dacasa Financeira fica localizada bem ao lado da loja Megalar, na avenida Jones dos Santos Neves e promete oferecer as melhores soluções em crédito. “Atualmente contamos com 54 lojas, distribuídas nos estados de Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais, mais de 20 mil pontos de vendas em nossos lojistas parceiros e mais de 3 milhões de clientes que adquirem nossos produtos financeiros”, informa o site da empresa.

A financeira oferece, além de empréstimos pessoais e consignados, cartões com até 50 dias de prazo para pagar, recebimentos de boletos bancários, contas de água, luz e telefone, entre outros serviços.

Desde meados deste mês um grupo de funcionários vem fazendo um trabalho promocional, com cadastro de possíveis clientes e convidando para a inauguração, que está acontecendo hoje.

O empresário Jonoel, dono de uma joalheria no centro, esteve visitando a loja e disse que já é parceiro da financeira. Ele elogiou a implantação da loja física na cidade pois acredita que vai ajudar a gerar mais volume de negócios.

Já o aposentado Mario Antunes disse que foi ao local para ver se ganhava um brinde e espreitar as condições de financiamento. “Primeiro eu quero ganhar alguma coisa, já que eles fizeram meu cadastro, depois eu vou ver se vale a pena pegar dinheiro emprestado”, avisa ele. (Weber Andrade)