Corrida Rústica de São Francisco de Assis movimentou a cidade

Os atletas percorrem cerca de cinco quilômetros, do centro até o trevo da Vila Landinha com retorno ao centro

Mais de cem atletas participaram hoje, 30, no início da manhã, da VI Corrida São Francisco de Assis, promovida pelo grupo Superando Limites – Corrida e Caminhada. O evento faz parte dos festejos da Festa do Padroeiro São Francisco de Assis, que acontece até o dia 4 de outubro, quinta-feira da semana que vem.

Messias foi o corredor mais “antigo” no evento

O destaque ficou por conta do aposentado Messias, 70 anos, que concluiu a prova de cinco quilômetros sem dificuldades. “Eu participei no ano passado também e foi um dos primeiros colocados na minha faixa etária”, conta com orgulho.

A corrida teve premiação em duas categorias e cinco faixas etárias, além da classificação geral (veja a tabela nesta página).

O sargento Vaccari, que também faz parte da equipe Superando Limites, foi o coordenador da prova e salientou a importância da participação de pessoas de todas as idades na corrida.

Antes do início, a competição foi abençoada pelo padre Amarildo Cruz, que também participou da corrida e recebeu um troféu especial.

Todos os participantes receberam medalhas e certificado de conclusão da prova, que teve total apoio do 11º Batalhão de Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Festa do padroeiro prossegue
até a próxima quinta-feira

Iniciada hoje, 30 de setembro com a VI Corrida Rústica São Francisco de Assis, a Festa do Padroeiro vai até a próxima quinta-feira com vários eventos litúrgicos e também de lazer. Ainda hoje, o padre Amarildo da Cruz celebra missa às 18h em honra a São Francisco de Assis. Depois da missa haverá barracas e show na praça da matriz.

De amanhã, 1º de outubro, até quarta-feira, 3, haverá missa à noite e barracas com shows musicais. As missas serão celebradas por padres diferentes.

Na quinta-feira, Dia do Padroeiro, haverá passeio ciclístico, a partir das 8h, com concentração na praça da matriz.

A partir das 16h começa o “Acolhimento das Comunidades” para a celebração da missa com o bispo diocenasano dom Paulo Dal’Bó.

A festa termina com um grande show com o grupo Adoração e Vida e uma ação entre amigos, cujos sorteios serão feitos no decorrer do show. (Weber Andrade)