COLUNA ESPORTIVA l A história da incrível foto do gol ‘bailarino’ de Paulinho

Fotógrafo mineiro Eugênio Sávio conseguiu, de última hora, lugar no estádio de Moscou para fotografar o jogo; logo após imagem viralizar nas redes, veio a notícia de que seu pai morrera no Brasil.

O fotógrafo mineiro  Eugênio Sávio só ficou sabendo que poderia tirar fotos do jogo do Brasil contra a Sérvia, na Copa do Mundo, 55 minutos antes da partida.

Ainda assim, não pôde se juntar aos profissionais que apontavam, do gramado, as lentes na direção dos jogadores no estádio Spartak em Moscou. Teve de se contentar com a tribuna de imprensa.

Mesmo mais distante, na altura das arquibancadas e junto a vários jornalistas estrangeiros, Sávio conseguiu uma foto espetacular do jogador Paulinho no início do toque que resultaria no primeiro gol do Brasil. A imagem, em que Paulinho parece se deslocar em um passo digno de bailarinos do Bolshoi, fez grande sucesso nas redes sociais e já é forte candidata a foto icônica dessa Copa.

O camisa 15 da seleção brasileira, ao arrancar em direção ao gol para receber um passe de Philippe Coutinho, deixou três sérvios para trás e, com a pontinha do pé direito, encobriu o goleiro, abrindo o placar da vitória de 2 a 0 para o Brasil.

Na foto, Paulinho se equilibra na ponta do pé esquerdo, como se estivesse flutuando, enquanto os jogadores da Sérvia preocupados, acompanham a jogada.

Sávio não sabe dizer quantos cliques deu até encontrar o melhor registro. O fotógrafo, contudo, rejeita a hipótese de que a imagem tenha sido um lance de sorte.

“Acho que a fotografia lida com o imprevisível e o invisível. São imagens que podem, ou não, aparecer diante do fotógrafo”, diz Sávio, que é professor de fotografia da PUC Minas e está trabalhando como freelancer na Copa. “Cabe ao autor ter a concentração para fotografar, ficar atento”, diz Sávio.

Logo após o jogo, ele postou a imagem no Instagram – a partir daí, ela começou a ser compartilhada até viralizar.

A atriz Taís Araújo ganhou, até a manhã desta quinta, mais de 100 mil curtidas ao compartilhar em seu Instagram a foto e escrever “Ballet, @paulinhop8! Ballet 🇧🇷”.

Também no Instagram, o ator Fábio Assunção, por sua vez, tinha conquistado 15,5 mil curtidas com a foto. O próprio Sávio ganhou 3,5 mil curtidas.

Para o fotógrafo, a imagem representa a “mistura de um momento espetacular que é o gol da Copa com uma estética”.

O fotógrafo diz ter se surpreendido com o sucesso da foto nas redes sociais, onde Paulinho foi comparado a “um super-herói brasileiro” e a “um homem bola”, além de bailarino.

“O mais incrível é esse movimento de redes sociais”, diz Sávio, que tem seis Copas no currículo e trabalha com fotojornalismo e publicidade há cerca de três décadas.

Ele lembra que em 1994, no Mundial dos EUA, usava filmes, que eram enviados de avião ao Brasil para que pudessem ser publicadas no país. Na quarta-feira, mal o jogo tinha acabado, a foto já estava na timeline de milhares de pessoas.

“A Copa carrega estas transformações tecnológicas”, observa.

Última foto

Mas a foto do gol de classificação do Brasil foi, provavelmente, a última de Sávio em um jogo neste mundial.

Horas depois da partida, ele recebeu a notícia de que o pai morreu no Brasil.

“Momento muito difícil para mim. Meu pai morreu algumas horas atrás, estou tentando voltar”, contou.

“Tenho certeza que ele ficaria feliz de ver tudo isso acontecendo com minha foto.”

COMPARTILHAR