Arquivo por ‘Policial’ Categoria

Page 77 of 116« First...102030...7576777879...90100110...Last »

Cinco pessoas da mesma família foram encontradas mortas no final da noite dessa segunda-feira dentro do apartamento onde moravam em Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana de São Paulo. O imóvel fica localizado na rua Masato Sakai, segundo informações da Polícia Militar.

As vítimas são a mãe e os quatro filhos. Segundo informações preliminares da polícia, não há marcas de tiro ou sinal de agressão nos corpos, e a perícia esteve no local durante a madrugada para investigar o incidente. A mãe foi encontrada no quarto, enquanto os filhos – três meninas, de 17, 11 e 7 anos, e um menino, de 13 -, foram encontrados no banheiro, na sala e no quarto do apartamento.

 

De acordo com a rádio CBN, o companheiro da mulher disse que eles estavam juntos na noite de domingo, quando então deixou o local junto com a filha. Depois de ligar várias vezes ao apartamento, desde o início da manhã de segunda, sem ser atendido, o companheiro foi até o local por volta de 23h, e encontrou a porta fechada. Ele então olhou pela janela e viu as duas crianças mais novas na sala.

 

O companheiro chamou o síndico e ambos arrombaram a porta, quando encontraram toda a família morta. O Samu e os bombeiros chegaram a ser chamados, mas constataram o óbito dos moradores.

 

A Polícia Militar afirmou, ainda segundo a rádio CBN, que nada estava revirado no apartamento, e não houve vazamento de gás, de acordo com as informações preliminares. Foram encontrados, no entanto, fezes e vômito em alguns cômodos. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Desorganização, atrasos e discussões marcaram a primeira etapa do concurso público da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), realizado neste domingo (15). Candidatos se queixam da falta de preparo por parte da comissão organizadora, dos fiscais que recolheram as provas antes do horário previsto no edital, além dos inúmeros erros de impressão encontrados nas provas. Aproximadamente 45,8 mil pessoas compareceram ao local da prova e 11,1 mil faltaram, informou a empresa organizadora do concurso, Exatus.


Confira o gabarito preliminar do concurso

A vendedora Dayany de Oliveira, 21 anos, convocada para fazer a prova no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Vitória, disse que, mesmo com os portões abertos na hora marcada pelo edital, às 13 horas, os fiscais só entregaram o exame às 14h15, com quinze minutos de atraso para o início previsto da prova, que era 14h. “Qualquer minuto perdido faz toda diferença no resultado final. Esses minutinhos, sem dúvidas, fizeram muita falta”, reclamou.

De Alfredo Chaves, Região Serra do Estado, Dayany conta que chegou um hora mais cedo ao local de prova e presenciou outros candidatos chegando atrasados e conseguindo entrar, pessoas sem documentação de identificação em mãos e provas impressas com defeitos gráficos. “É uma falta de respeito com os participantes que, assim como eu, se prepararam o ano todo e foram submetidos a uma série de aborrecimentos”, frisou.

“Nos mandaram calar a boca e parar de ‘showzinho”, diz candidata

Segundo ela, faltando apenas cinco minutos para encerrar a prova, os fiscais recolheram os exames à força, sem nenhum pretexto. Ela lembra que muitos participantes começaram a chorar, outros a discutir com os funcionários “O sinal nem tinha tocado ainda. Só tocou minutos mais tarde. Tentamos questioná-los, mas alegaram que estavam fazendo a coisa certa. Um deles chegou até a tirar do bolso a carteirinha da OAB, dizendo que a profissão de advogado passava por cima de qualquer queixa dos candidatos. Eles nos mandaram calar a boca e parar com aquele ‘showzinho’, que tudo aquilo era uma palhaçada. Fiquei sem marcar mais da metade do gabarito”.

Depois de entregar o exame, Dayany chegou a ir ao escritório onde a comissão organizadora estava concentrada, porém, como recorda, ela e mais 150 candidatos foram destratados. “Tinha uma senhora que se dizia ser a coordenadora do concurso. Ela não quis falar o nome, mas disse que nada poderia ser feito e mandou todos embora, sem nenhuma explicação”, ressaltou.

Uma estudante de 24 anos disse que os próprios fiscais informaram que a empresa responsável pelo concurso estava agindo de forma irregular. “Durante o bate-boca, dois deles chegaram a tentar me consolar. Eles disseram que era para levar aquela confusão adiante e processar a Exatus” contou. A estudante disse que pegaram sua prova antes do tempo permitido e, por isso, seu resultado está comprometido.

Site com problemas

Um candidato de 20 anos, que também pediu para não ser identificado, disse que o site da Exatus, onde seria retirado o comprovante de participação, estava fornecendo informações de outros participantes. “Na sexta-feira (13), quando digitei os número do meu RG incompleto na página virtual para imprimir o boleto, apareceram dados de outra pessoa. E não foi apenas uma vez. Aconteceu isso pelo menos umas três vezes, uma lista muito grande de nomes. Creio que outras candidatos conseguiram ter acesso às informações dos concorrentes”.

Ele conta que, assim como aconteceu com Dayany, na sua sala os fiscais também encurtaram o tempo da prova. “No meu caso, por exemplo, não foram 15 minutos, mas 20 minutos para entregar a prova”, revelou.

Teste

A reportagem do Gazeta Online fez o teste digitando apenas os quatro último número do CPF. Resultado: foi possível ter acesso às informações de mais outros quatro candidatos desconhecidos.

Empresa organizadora informa que não recebeu reclamações

A assessoria de imprensa da Exatus, empresa responsável por aplicar a prova, informou que, dos 69 locais onde a prova foi realizada no Espírito Santo, não recebeu nenhuma reclamação por parte dos candidatos. A Exatus garantiu ainda que nenhum problema foi registrado durante o teste e que os fiscais agiram conforme o regime da empresa.

“Clima na Grande Vitória e no interior foi tranquilo”, diz major

De acordo com o major Rogério Candeias da Silva, responsável pela diretoria pessoal da Polícia Militar, adiantou que, até à tarde desta segunda-feira (16), não recebeu nenhuma queixa. “Tanto na Grande Vitória, quanto no interior do Espírito Santo, a aplicação da prova foi tranquila. Pelos relatórios passados pelos fiscais, o que se registrou foi tranquilidade”. O major destaca que se algum candidato tiver alguma reclamação da prova deve procura à Polícia Militar e registrar uma reclamação oficialmente.

Edital

As inscrições para o concurso público foram feitas de 1º a 16 de agosto. A oferta é de 2.123 vagas, sendo 500 para formação de cadastro de reserva. O salário inicial após a efetivação é de
R$ 2.631,97; enquanto que para aluno, a remuneração chega a R$ 1.112,14. Para participarem da seleção, o candidato precisa ter o nível médio, altura mínima descalço e descoberto de 1,65m para homens e de 1,60m e idade entre 18 e 28 anos.

As provas objetivas e de redação foram aplicadas no dia 15 de setembro, na Grande Vitória, em Cachoeiro de Itapemirim, em Colatina e em Linhares. Os testes contaram com 70 questões, das quais 40 para Língua Portuguesa e 30 para Matemática. Os exames valeram de zero a 70 pontos, sendo que cada uma delas valeu um ponto. Foi eliminado do certame o candidato que teve pontuação inferior a 35 pontos. A segunda etapa do processo seletivo será a do teste de aptidão física.

Nesta última semana, de 09 a 15 de setembro de 2013, durante as abordagens no patrulhamento preventivo em todo o Norte e Noroeste do Estado e somado ao resultado da Operação Efésios 06:11 ocorrida em toda a área do Comando de Polícia Ostensiva da Região Norte – CPO-Norte, a Polícia Militar retirou das ruas 23 armas de fogo; sendo, 07 revólveres cal .38,06 espingardas de calibre 36, 04 revólveres cal .32, 03 garruchas calibre 22, 02 espingardas de calibre 12 e 01 Pistola calibre 756, além de 93 munições intactas, uma touca ninja.

A semana foi marcada por expressivas apreensões de droga na região: foram 1,165 kg de crack que preparado para a venda geraria mais 5800 pedras de crack, também foram apreendidas 605 pedras de crack já prontas para a venda e o consumo,1,215 kg de maconha e 318 buchas dessa mesma droga já prontas para a venda e 1,360 kg de cocaína, 03 balanças de precisão, 02 trituradores de maconhaR$ 9.653,75 em dinheiro que estavam com pessoas detidas com drogas.

Os policiais militares do CPO-Norte, durante o serviço também detiveram21 pessoas que estavam com mandado de prisão em aberto.Também recuperaram 13 veículos que estavam com restrição de furto e roubo, apreenderam 1500 Cd’s e DVD’s pirateados, 01 computador e 21 gravadores de CD que eram usados na falsificação de mídias, além de 16 canários da terra e 03 trinca ferros, pássaros silvestres que estavam em cativeiro ilegal. Todos os detidos e os materiais apreendidos foram entregues nos DPJ da Região.

Na Zona Rural de Vila Pavão, após denúncias de que dois homens estavam extraindo madeira na propriedade rural de um aposentado de 85 anos, sem a sua permissão, os Militares realizaram diligências e apreenderam 03 homens e 25 pranchões e dois tocos de madeira de lei denominada sapucaiú, sem permissão do órgão ambiental.

Durante essa semana em Colatina e Nova Venécia 09 CNH foram apreendidas, 47 veículos removidos todos por irregularidades no trânsito além de 201 autos de infração de trânsito foram confeccionados.

Os 38 municípios do Espírito Santo CPO norte é comandado pelo Coronel Rubens Ricardo Barellos.

 

 

 

 

 

Uma tentativa de assalto foi registrada na noite deste domingo,23 horas (15 de setembro de 2013)no Córrego do Valão Fundo,interior de Barra de São francisco.

A Radiopatrulha militar foi determinada para comparecer no Córrego do Valão Fundo por volta das 23 horas onde segundo informações(via 190)um desconhecido havia tentado praticar um assalto e foi alvejado por disparos de arma de fogo.Ao chegar no local os militares constataram a veracidade dos fatos e encontraram caído ao chão já sem vida um cidadão conhecido por Déga ,residente também no mesmo Córrego e ao lado do corpo foi localizado 04 cartuchos calibre 38 deflagrados.

Segundo informações uma pessoa pessoa gritou para a proprietária da residência abrir a porta,momento que um homem com uma camisa cobrindo o rosto tentou abrir a porta,uma senhora de idade ao abrir a porta foi interceptada por um desconhecido que a agarrou pelo pescoço,momento que o aposentado de 84 anos,J.D.S ao ver sua esposa nas mãos de desconhecido se apossou de um revólver 38 e fez disparos contra os acusados,momento que um foi alvejado e o segundo se evadiu do local tomando rumo ignorado e incerto.

Segundo informações,o cidadão assassinado estava na Vila Luciene procurando algumas pessoas para assaltar residências no Córrego do Valão Fundo.

O homem assassinado é Sidimar de Arruda,30 anos,residia na rua principal da Vila Luciene e já teve 05 passagens na polícia por furto e assalto a mão armada e é conhecido por Déga.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agentes do Serviço de Inteligência (P/2) do 2º Batalhão apreenderam na manhã desta sexta-feira (13), no bairro Aeroporto em Nova Venécia, o adolescente D.S.A., de 16 anos, suspeito de comer atos infracionais de furto em residência. Com o menor foi apreendido um aparelho de telefone celular.

Após o furto ocorrido na residência de uma jovem, na madrugada desta quinta-feira (12), no bairro Ascensão, os Agentes do Serviço de Inteligência realizaram levantamentos e localizaram o menor, no Bairro Aeroporto.

Durante a operação policial, D.S.A. confessou o ato infracional e disse que havia trocado o aparelho celular furtado em uma boca de fumo, por três pedras de crack, com um traficante e receptador de objetos furtados.

De acordo com informações, o adolescente já foi apreendido mais de cinco vezes pelos Policiais Militares. Ele também é suspeito de ter participado de mais de 20 furtos em residências do município.

O menor em conflito com a lei foi encaminhado com material apreendido à Delegacia de Polícia local, para as providências necessárias.

Segundo informações, o delegado de polícia dr Jefferson de Nova Venécia pediu a internação do menor que foi apreendido aproximadamente 20 vezes,porém a promotoria da infância e da juventude não acatou o pedido e o adolescente continua solto,correndo o risco de ser assassinado pelos vários furtos cometidos.

Na manhã deste domingo (15) às 10 horas, foi comemorado os 50 anos do fim da guerra do contestado na divisa de Minas Gerais, na cidade de Mantena, com o Espírito Santo, na cidade de Barra de São Francisco. Estiveram presentes o Governador de Minas Gerais, Antonio Augusto Anastasia, o Governador do Espírito Santo, José Renato Casagrande, Prefeito de Mantena, Dr. Wanderson Coelho, Prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereira, Comandante do CPON, Cel PM Rubens Ricardo M. Barcellos, Comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar em Barra de São Francisco, Ten Cel PM Edmilson Batista Santos, dentre outras autoridades civis e militares.

Neste evento, aconteceu a inauguração do obelisco dos 50 anos do conflito do Contestado, que fica na divisa entre Mantena em Minas Gerais e Barra de São Francisco no Espírito Santo. Depois prosseguiram para Mantena onde houve as trocas de bandeiras entre os governadores, homenagens aos militares que participaram do contestado e a troca de mimo entre os oficiais comandantes de regiões dos Estados.

A revolta do Contestado foi um conflito do povoado entre o Estado do Espírito Santo e Minas Gerais, que só terminou quando o Supremo Tribunal Federal estabeleceu os limites entre os dois Estados. Foi assinado um tratado que estabeleceu a paz, entre os dois governadores interessados: José de Magalhães Pinto (Minas Gerais) e Francisco Lacerda de Aguiar – (Espírito Santo), em setembro de 1963.

O motivo era a disputa por uma área rica em plantações de café, o Contestado, de cerca de 10 mil quilômetros quadrados, pouco maior do que a Região Metropolitana de Belo Horizonte, e localizada na divisa dos dois estados. A briga pelos limites teve seu epicentro em Mantena, na Região do Vale do Rio Doce, a 450 quilômetros da capital, e em Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo. As tropas de prontidão se estranharam, mas não chegaram ao combate. O episódio deixou marcas profundas em moradores e militares, que nunca se esqueceram dos anos de tensão e das confusões administrativas.

 

Veja mais fotos e conheça a história acessando os links abaixo

Relembre a História do Contestado clique no link abaixo da foto

 http://www.vozdabarra.com.br/relembrando-historias-

sobre-o-contestado-minas-geraises/

 

 

Governadores do Es e MG clique no linque abaixo da fotojuntos  http://www.vozdabarra.com.br/governadores-de

-minas-e-espirito-santo-juntos-para-comemoracao-do-

contestado/

 

Veja as fotos do Contestado 1º lote clique no linque abaixo da foto 

 http://www.vozdabarra.com.br/fotos-da-comemoracao-

do-contestado-mges-barra-de-sao-francisco-e-mantena/

 

 

 

 

Policiais militares que atuam em Vila Pavão aprenderam, nessa quinta-feira (12), no Córrego da Rapadura, zona rural do município, um caminhão carregado de madeira sem autorização do órgão ambiental,.

Após denúncias de que dois homens estariam extraindo madeira na propriedade rural de um aposentado de 85 anos, sem a permissão do proprietário, os militares comandados pelo sargento Helmer foram ao local e apreenderam 25 pranchões e dois tocos de madeira da espécie sapucaia, que já estavam na carroceria do caminhão, e não havia autorização e ou liberação do órgão ambiental. O motorista e mais dois homens foram detidos.

Os homens relataram que tinham comprado à madeira do meeiro da propriedade. De acordo com as denúncias, as toras de madeira foram serradas no último final de semana, dias 07 e 08 de setembro.

Os detidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Nova Venécia. Já o caminhão foi encaminhado ao pátio credenciado do Detran/ES no município.

O sargento Helmer, ressaltou a importância da participação da população em denunciar também esses tipos de crime.

Com uma forma humilde de trabalhar e respeito todos os cidadãos,o destaque operacional do segundo semestre de 2013 foi ocupado por Sargento Vilmar.

O destaque Operacional é uma iniciativa do 11º Batalhão que abrange Barra de São Francisco,Mantenópolis,Ecoporanga,Águia Branca e Água Doce do Norte e tem como objetivo incentivar os militares nos serviços do dia a dia e a escolha de sargento Vilmar é devido ao seu bom desempenho policial na luta contra a criminalidade no dia a dia.

 

Em Nova Venécia, na noite de ontem (13/09/2013), uma carreta colidiu frontalmente com um ônibus da gontijo deixando um morto no local e vários feridosem estado grave.

O delegado de Nova Venécia, Jefferson Wagner, informou que o motorista da carreta, JOSÉ CARLOS DA RESSURREIÇÃO, ainda não se sabe o motivo, fugiu do local e é procurado pela polícia.

 

 

Relembre como aconteceu

Motorista do ônibus residia no bairro Vila Nova em Mantena e morreu no local


 

Um ônibus da Viação Gontijo, que fazia a linha João Neiva – Belo Horizonte, colidiu de frente com a carroceria de um caminhão bitrem carregado de Café, próximo à entrada da cidade de Nova Venécia, às 21 horas desta sexta-feira (13).

Segundo testemunhas, o ônibus tinha saído da Rodoviária de São Mateus, onde havia parado para pegar mais alguns passageiros, e seguia para Nova Venécia, para mais uma parada, antes de seguir para Minas.

Próximo de Nova Venécia, em uma curva, o caminhão bitrem perdeu parte da carroceria, que colidiu de frente com o ônibus, que vinha no sentido contrário. O motorista do ônibus morreu na hora e ficou preso às ferragens. Vários passageiros ficaram feridos e foram levados para hospitais da região.

No Hospital São Marcos, em Nova Venécia, um atendente da recepção disse que mais de vinte pessoas teriam chegado à unidade e a situação estava caótica.

Motorista do ônibus residia no bairro Vila Nova em Mantena e morreu no local

- See more at: http://www.vozdabarra.com.br/category/policial/#sthash.0bESeCHh.dpuf

Motorista do ônibus residia no bairro Vila Nova em Mantena e morreu no local


Um ônibus da Viação Gontijo, que fazia a linha João Neiva – Belo Horizonte, colidiu de frente com a carroceria de um caminhão bitrem carregado de Café, próximo à entrada da cidade de Nova Venécia, às 21 horas desta sexta-feira (13).

Segundo testemunhas, o ônibus tinha saído da Rodoviária de São Mateus, onde havia parado para pegar mais alguns passageiros, e seguia para Nova Venécia, para mais uma parada, antes de seguir para Minas.

Próximo de Nova Venécia, em uma curva, o caminhão bitrem perdeu parte da carroceria, que colidiu de frente com o ônibus, que vinha no sentido contrário. O motorista do ônibus morreu na hora e ficou preso às ferragens. Vários passageiros ficaram feridos e foram levados para hospitais da região.

No Hospital São Marcos, em Nova Venécia, um atendente da recepção disse que mais de vinte pessoas teriam chegado à unidade e a situação estava caótica.

Fonte:Gazetaonline

Page 77 of 116« First...102030...7576777879...90100110...Last »
   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.