Arquivo por ‘Policial’ Categoria

Page 1 of 16512345...102030...Last »

Durante Patrulhamento em Mantenópolis na festa denominado “Baile de Inverno” militares do 11º BPM receberam a informação que dois desconhecidos estariam furtando capacetes e um morador que não quis se identificar informou que atrás de sua residência havia dois desconhecidos escondendo capacetes, ao comparecer no local os militares presenciaram duas pessoas, sendo que um ao avistar os militares saiu correndo do local se evadindo dos policiais, o segundo acusado, Julio Modesto de Moraes, foi detido e confessou que juntamente com seu amigo havia cometido os furtos e mostrou para os militares estavam escondidos os capacetes furtados.

O acusado com os produtos furtados foram entregues na 14ª regional da Polícia Civil, situada em Barra de São Francisco para as providências cabíveis.

IMG-20150704-WA0014

 

IMG-20150704-WA0008

 

O Grupo de Apoio Operacional (G A O) do 11º BPM, realizou nesta manhã de sábado 04 de julho, no Distrito de São José de Mantenópolis, a prisão do traficante Jardel Cardoso da Silva, com ele os policiais prenderam três (03) papelotes de cocaína e R$ 1.001,00 (hum mil e um reais), de acordo com os militares Jardel movimenta o tráfico de drogas naquela região, de acordo com a Polícia, o dinheiro apreendido na abordagem é fruto de vendas de droga, que Jardel teria repassado a usuários anteriormente. Jardel já é um velho conhecido da PM, devido seu envolvimento com o tráfico de drogas, quando menor foi autor de sequestro aos próprios pais.

IMG_1527Também em Mantenópolis, no Distrito de São José, onde era realizado uma festa, “Baile de Inverno”, foi preso pelos militares do G A O, o cidadão de nome Júlio Modesto de Moraes, de acordo com a polícia, Júlio e outro amigo, que evadiu-se do local, aproveitou-se da festividade e furtou alguns capacetes, sendo denunciado para a PM, que logo em seguida o localizou e o deteu, tendo confessado a autoria dos furtos e apontado o local onde estaria escondidos os capacetes furtados por ele e o amigo. Os infratores da lei foram conduzidos para o DPJ de Barra de São Francisco, onde ficaram a disposição da autoridade Judiciária, para as providencias de praxe.

 

A droga foi apreendida na rodoviária de Nova Venécia.

cats

Agentes do Serviço de Inteligência do 2º BPM apreenderam na tarde desta quarta-feira (1º), em Nova Venécia, 04 tabletes grandes de maconha.

A droga foi apreendida após levantamentos realizados pelos Agentes da P/2 do 2º BPM, os quais descobriram que um jovem tinha ido até a capital do Estado buscar drogas e estava retornando num ônibus trazendo grande quantidade de maconha.

Assim, foi montada uma operação de vigilância, e quando o ônibus chegou na rodoviária, os Militares realizaram um cerco, porém o acusado conseguiu fugir pela janela do ônibus, deixando para trás uma mochila contendo 04 tabletes de drogas, pesando aproximadamente 02 kg

Os Militares realizaram diligências objetivando prender o criminoso, que já tem várias passagens por tráfico de drogas, mas não obtiveram sucesso.

A droga foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Nova Venécia.

De acordo com o Tenente Coronel Sebastião Aleixo Santos Batista, Comandante do 2º BPM, o acusado já tem várias passagens pela Polícia. Para o Comandante, constatar que um criminoso preso com drogas possui passagens pela justiça já se tornou uma decepção constante, o que demostra a necessidade urgente de mudanças na legislação. O atraso nesta medida, segundo sua percepção, já resultou em grande descrédito no sistema de segurança e na justiça, e trás enormes prejuízos para uma sociedade que demonstra querer se ver livre das drogas, finalizou o Comandante.

Após polêmica sobre a validade da votação e com as galerias do plenário vazias, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (2) proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz de 18 para 16 anos a maioridade penal para crimes hediondos, homicídio doloso, e lesão corporal seguida de morte. O texto ainda precisa ser votado em segundo turno antes de seguir para o Senado.

Pelo texto, os jovens de 16 e 17 anos terão que cumprir a pena em estabelecimento penal separado dos menores de 16 e maiores de 18. Ao final da votação, deputados seguraram cartazes na tribuna em defesa da proposta e comemoraram com gritos em plenário.

A aprovação da proposta ocorre depois de a Casa derrubar, na madrugada de quarta-feira, texto semelhante, que estabelecia a redução casos de crimes cometidos com violência ou grave ameaça, crimes hediondos (como estupro), homicídio doloso, lesão corporal grave ou lesão corporal seguida de morte, tráfico de drogas e roubo qualificado.

Após a rejeição na noite anterior, Cunha afirmou que a Casa ainda teria que votar o texto principal, mas ressaltou que isso só ocorreria após o recesso parlamentar de julho. No entanto, após reunião com parlamentares favoráveis à redução da maioridade penal, ele decidiu retomar a análise do tema nesta quarta (1º) para apreciar um texto parecido com a proposta rejeitada.

Jovens da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Nacional dos Estudantes Secundaristas (UNBES) não esperavam a retomada da votação e, por isso, não conseguiram fazer protestos como os mobilizados na noite anterior.

Cunha também não permitiu a entrada dos poucos estudantes que foram à Câmara para defender a derrubada da proposta, alegando que os manifestantes fizeram tumulto na noite anterior. A decisão do presidente da Câmara de votar um texto semelhante ao derrotado de madrugada também gerou bate-boca e questionamentos por parte de deputados contrários ao texto, mas o peemedebista conseguiu prosseguir com a votação.

Durante a sessão, deputados do PT, do PSOL e do PCdoB defenderam a derrubada da PEC. O governo defende alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente e ampliar o tempo máximo de internação de 3 para 8 anos.

“Todos nós queremos resolver a questão da violência, da criminalidade, queremos evitar que crimes bárbaros terminem. Mas precisamos, de forma madura e responsável, encontrar qual a alternativa real para resolver o problema. E a alternativa real é alterarmos o Estatuto da Criança e do Adolescente. Os efeitos colaterais dessa redução da maioridade penal são maiores que os alegados benefícios”, disse o deputado Henrique Fontana (PT-RS).

O líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), também discursou contra a proposta. “Não queremos jovem infrator na rua, mas queremos lugares decentes para que eles sejam punidos. Mas não dá para misturar os jovens com bandidos de alta periculosidade. O que está em jogo é o futuro dessas gerações. É um retrocesso se aprovarmos essas emendas”, afirmou.

Já parlamentares favoráveis à redução da maioridade penal argumentaram que a PEC não soluciona o problema da violência, mas reduz o sentimento de “impunidade”. “Nós sabemos que a redução da maioridade penal não é a solução, mas ela vai pelo menos impor limites. Não podemos permitir que pessoas de bem, que pagam impostos, sejam vítimas desses marginais disfarçados de menores”, discursou o líder do PSC, André Moura (SE).

O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), um dos articuladores da votação nesta quarta, também defendeu a redução da maioridade penal. “O PMDB afrma a sua posição de maioria pela redução da maioridade penal, nos crimes especificados. Achamos que a proposta é equilibrada, ela é restrita”, disse. “A sociedade não aceita mais a impunidade e não deseja mais sentir o medo, o pavor e o receio que vem sentido no dia a dia.”

Emenda apresentada na quarta
A proposta derrubada nesta quarta é produto de uma emenda aglutinativa – texto produzido a partir de trechos de propostas de emenda à Constituição apensadas ao texto que está na pauta do plenário.

Essa emenda foi elaborada pela manhã por deputados do PSDB, PHS, PSD e PSC, e protocolada na Secretaria-Geral da Mesa. No plenário, deputados do PT, do PDT e do PCdoB alegaram que a elaboração de uma proposta com teor muito semelhante ao texto derrubado contraria o regimento. Argumentaram ainda que, para ser votada, a emenda teria que ter sido elaborada e apensada antes da votação ocorrida durante a madrugada.

Cunha rebateu os argumentos citando o artigo 191, inciso V, do regimento interno da Câmara. Conforme esse trecho, na hipótese de rejeição do substitutivo (texto apresentado pelo relator da proposta, como é o caso), “a proposição inicial será votada por último, depois das emendas que lhe tenham sido apresentadas”.

Segundo o peemedebista, como o texto original ainda não havia sido votado, é permitida a apresentação de novas emendas aglutinativas com base nas propostas apensadas a essa redação.

Os parlamentares continuaram a protestar e Cunha chegou a bater boca com eles. “Quando o senhor é chamado de autoritário, o senhor se chateia”, protestou o deputado Glauber Braga (PSB-RJ). Cunha rebateu: “Ninguém vai vencer aqui no berro”.

“Não imagine que o senhor vai nos escravizar, porque não vai. Não imagine que todos os parlamentares vão abaixar a cabeça”, emendou Braga. O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) acusou Cunha de “aplicar um golpe”. A deputada Erika Kokay (PT-DF) chamou o presidente da Câmara de Luiz XIV, em referência ao rei francês absolutista, e disse que ele tentava sobrepor a sua vontade a dos parlamentares.

José Guimarães (PT-CE), fez um apelo para que a votação fosse suspensa e a Câmara discutisse como alternativa um projeto de lei que tramita no Senado ampliando de 3 para 10 anos o período máximo de internação de jovens infratores.

Segundo ele, “uma discussão tão importante como essa” não poderia ser tratada “com tamanho radicalismo”. Guimarães argumentou ainda que a aprovação da emenda poderia trazer “sequelas”.

“Reverter [a posição] de ontem para hoje é o melhor caminho? Claro que não, porque pode deixar sequelas”, disse sobre o impacto da redução. No entanto, Cunha não cedeu e continuou a sessão. Os parlamentares contrários à redução da maioridade decidiram, então, obstruir a sessão, utilizando-se de manobras previstas no regimento para postergar ao máximo a votação.

Policiais Militares do 2º BPM prenderam na noite desta terça-feira (30), um jovem de 24 anos, acusado de furto de veículo em Vila Valério. Com ele os Militares recuperam uma motocicleta Honda/NXR 150 Bros, cor vermelha, que havia sido furtada na segunda-feira (29).

O veículo foi recuperado durante o Patrulhamento Motorizado realizado pelos Militares do Destacamento Policial (DPM), no Bairro Nossa Senhora da Penha. Segundo relato policial, os Militares da RP 3612 realizavam diligências no Bairro, quando avistaram uma motocicleta com as mesmas características da motocicleta furtada por volta das 14 horas desta segunda (29). Ao averiguar a placa do veículo, os Militares constataram que se tratava da motocicleta furtada.

No local os Militares prenderam o jovem RSS, 24 anos, conhecido por Rai, acusado de ter furtado o veículo. Rai tinha sido flagrado por testemunhas no momento em que furtava a motocicleta.

O acusado e a motocicleta foram encaminhados ao DPJ de Barra de São Francisco.

nbhgz

 

redc

Com o acusado foi apreendido uma réplica de revólver calibre .38, que ele utilizou para roubar o veículo.

Um homem de 22 anos foi preso pelos Militares do 2º BPM e Investigadores da PC, na tarde desta terça-feira (30), na cidade de Boa Esperança, acusado de roubo de veículo. Com ele foi recuperado um veículo Ford/Fiesta, cor preta, produto de furto/roubo.

Thiago Ferreira dos Santos, 22 anos tinha roubado o veículo na manhã desta segunda (29), no Bairro Porto Canoa, município de Serra. A vítima, uma mulher de 27 anos, contou que naquela manhã foi abordada por um homem armado, o qual lhe exigiu que entregasse o seu automóvel. Após o roubo, o criminoso se deslocou com o veículo até a cidade de Boa Esperança, onde acabou sendo preso.

Segundo relato policial, Thiago estava escondido na casa de sua avó, quando foi abordado pelos Policiais. Durante a abordagem o acusado tentou fugir do cerco policial, mas não obteve sucesso, sendo detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Boa Esperança.

Com Thiago foi apreendido uma réplica de revólver calibre .38, que ele confessou ter utilizado para praticar no roubo do veículo. Na residência foi apreendido ainda uma munição calibre .38 e vários brinquedos que estavam no porta-malas do carro no dia do roubo.

cxdf

A Guarnição composta por sargento Henrique e Cabo Paulo responsáveis pelo policiamento no distrito de Cachoeirinha de Itaúnas, vinha recebendo informações de que na residência do cidadão A.S.S de 55 anos, havia duas espingardas, e após as informações e de posse de um mandado judicial, os militares se deslocaram até o local referido e o morador informou que tinha somente uma espingarda e que prontamente disse que a mesma ficava escondida, e entregou a arma, momento em que os militares apreenderam uma espingarda de fabricação caseira, vários frascos contendo pólvora, espoleta e chumbo e um coldre foi localizado na residência e todo material apreendido foi entregue na delegacia de polícia de Barra de São Francisco, juntamente com o cidadão.

foto0320_001_001

 

Foto0334

 

Foto0335

O coronel esteve à frente do Comando de Polícia Ostensiva do Norte (CPO Norte) por 02 anos e 02 meses.

zzzAconteceu na manha desta terça-feira (29), no pátio do 2º BPM em Nova Venécia, a despedida do Coronel Rubens Ricardo Maciel Barcellos, Comandante de Polícia Ostensiva do Norte – CPO Norte.

O Comandante chegou ao Batalhão às 08 horas, onde após reunir-se em reservado no gabinete do Comando, percorreu em revista a área do Batalhão acompanhado pelo Tenente Coronel Aleixo. Em seguida participou de um café da manhã oferecido pelos Oficiais da Unidade.

xzA solenidade iniciou-se por volta das 09 horas e contou com a participação do Coronel PM Rubens Ricardo Maciel Barcellos, Comandante do CPO Norte, do Tenente Coronel PM Sebastião Aleixo Santos Batista, Comandante do 2º BPM, da Major PM Marinete Félix Cordeiro, respondendo pelo Subcomandante do 2º BPM, Oficias e Praças da Unidade, além dos Alunos Soldados em formação na Unidade.

Em suas palavras o Ten Cel PM Aleixo, agradeceu ao Cel PM Ricardo pela confiança depositada na sua pessoa, quando da escolha para Comandar o 2º BPM, bem como elogiou todo o profissionalismo e o parabenizou pelo brilhante trabalho desenvolvido frente ao Comando de Polícia Ostensiva Norte, exaltando no Coronel suas qualidades motivacionais e de grande agregador de pessoas. Por ultimo ressaltando o grande aprendizado, que foi servir sob seu comando.

qaApós as palavras do Tenente Coronel Aleixo, o Coronel Ricardo iniciou o seu discurso recitando o versículo 1º do capítulo 3 do livro de Provérbios de Salomão, dizendo: Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Em seguida o Comandante abriu as escrituras sagradas no Salmo 118:24, que diz: “Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.” Na sequência falou da alegria de retornar ao 2º BPM, onde iniciou sua carreia como Aspirante Oficial PM, no ano de 1987, à época, com 21 anos. Agradeceu a todos os Militares pela acolhida que sempre recebeu na Unidade.

Destacou que foi em Nova Venécia que constitui sua família e demonstrou muita gratidão a tropa do 2º BPM, pelo compromisso e dedicação demonstrada nesses mais de 02 anos em que esteve à frente do CPO Norte, mencionando o sucesso das 29 grandes operações planejadas e executas sob o seu comando, que resultaram na prisão de mais de 2 mil criminosos e na apreensão de mais de 700 armas de fogo, além de grande quantidade de drogas ilícitas, veículos, dinheiro, joias, e outros materiais.

Ao final da solenidade, o Cel PM Ricardo reuniu com os Militares no auditório da Unidade, onde palestrou sobre a importância de se motivar o policial para se alcançar o sucesso nas ações; destacou a relevância da família na vida de todos os Militares, o que indiretamente repercute no desempenho da atividade policial Militar. Por fim, emocionado, enalteceu o respeito que se deve ter para com o pais, esposas e filhos.

iu

 

re

 

rf

 

sd

 

xz

Ele furou um bloqueio da Polícia Mineira, disse os Militares do 2º BPM.

jkhu

Um traficante de 42 anos foi preso pelos Militares do 2º BPM, na noite desta segunda-feira (29), na cidade Montanha, com uma pedra grande de crack e uma pedra de cocaína.

A prisão do acusado aconteceu após os Militares da Radiopatrulha e Agentes do Serviço de Inteligência da 4ª Companhia de Montanha, tomarem conhecimento de que o um homem a bordo de um veículo GM/Agile, com vinho, tinha furado um bloqueio policial da Polícia Mineira e vindo em direção à cidade de Montanha.

De posse das informações, os Militares acionaram o “PLANO DE CERCO E INTERCEPTAÇÃO E BLOQUEIO” da Unidade, no trevo que liga Montanha a cidade de Nanuque, no entanto o veículo passou em altíssima velocidade, mas não logrou êxito na fuga, pois os Militares conseguiram abordar o veículo e prender o acusado AMQ, 32 anos, conhecido por Alex do Celular.

Durante a abordagem o suspeito tentou ludibriar os Militares, jogando a droga embaixo do veículo, mas não obteve sucesso. No celular dele foram encontradas mensagens relacionadas ao tráfico de drogas.

Segundo relato policial, o acusado foi preso na cidade de Nanuque no dia 23.06.2015, com 06 papelotes de cocaína, inclusive na ocasião ele se identificou com nome falso.

Alex do Celular também já foi preso por tráfico de drogas na cidade de Montanha, inclusive atualmente ele se encontra no regime semiaberto.

O acusado, os materiais apreendidos e o veículo, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Montanha.

O jovem estava com uma tornozeleira eletrônica na perna, para monitoramento eletrônico de restrição de sua liberdade pelo poder judiciário

cats

Policiais Militares do 2º BPM prenderam um jovem 32 anos e apreenderam um adolescente de 15 anos, ambos suspeitos de furto de veículos na cidade de São Gabriel da Palha. Com a dupla os Militares recuperaram uma motoneta Honda/Biz, cor azul, que havia sido furtada no ultimo domingo (28).

Segundo relato policial, o veículo foi recuperado após levantamentos realizados pelos Agentes do Serviço de Inteligência do 2º BPM em torno do furto de veículos que vem ocorrendo na região.

Durante as diligências os Militares obtiveram informações de que o detento JCB, 32 anos e o adolescente LCB, 15 anos, estavam vendendo uma motocicleta por R$ 1.300,00.

De posse das informações, os Policiais realizaram buscas na cidade e localizaram o adolescente conduzindo a motoneta no Bairro Jardim de Infância. Ao avistar os Militares, o menor empreendeu fuga, sendo seguido pelos Militares, que conseguiram abordar o menor na sua residência localizada no centro da cidade. Já o jovem foi preso no Bairro Aimorés.

Durante a prisão eles contaram que o autor do furto foi o menor MBJ, que até o momento não foi localizado.

A dupla e a motoneta foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel da Palha.

De acordo com a PM, o jovem estava com uma tornozeleira eletrônica na perna direita, para monitoramento eletrônico de restrição de sua liberdade pelo poder judiciário. Ele está cumprindo pena por crime de furto.

Page 1 of 16512345...102030...Last »
   
 
 
© 2012/2015 Site Voz da Barra - Edit by Nuvem UP - Agência Web - Todos Direitos Reservados.